07/01/2009

#56

Bom Dia sr Jorge. Fala o enfermeiro Anastácio e desde já lhe peço desculpa por lhe estar a telefonar. Troquei os meus turnos com aquela enfermeira gorda. A Alice. Precisava mesmo de descansar três diazinhos depois das festas, e hoje, quando regressei ao hospital, vi que lhe tinham dado alta. Fiquei para morrer, uma pessoa afeiçoa-se aos pacientes e pronto, dá nisto. Para mim não é o doente da 12 ou o politraumatizado do 18. É o sr Manuel ou o Jorginho do espancamento. Quero sobretudo desejar-lhe uma rápida recuperação e aconselhá~lo a ter alguém perto de si que lhe preste alguns cuidados. Os médicos como sabe, por vezes estão mais preocupados com as camas ocupadas, do que com o bem estar dos pacientes e dão alta por dá cá aquela palha.
Acredito que ainda esteja a sofrer horrores. O seu caso perturbou-me muito. Quase três semanas entre a vida e a morte, a beber tudo por palhinha, com o maxilar nesse estado. Também são só mais quatro e já pode começar com as papas.
Olhe que o marido da sua cunhada é um criminoso, não desista da queixa que há certas coisas que não têm perdão. A lata dele em ir visitá-lo ao hospital. Bruto. A raiva com que eu lhe fiquei.
Telefono-lhe também para lhe dizer que estou disponível para o ajudar nestes primeiros dias em casa. Com a perna assim não tem grande mobilidade, nem pode tomar banho sem ajuda. Ainda lhe preparo umas seivas óptimas, à base de cereais e soja que lhe vão dar as forças que precisa. Foi o meu ex-nam ... foi um amigo meu que tem aquelas manias todas da macrobiótica que me ensinou a fazer. Eu depois passo aí por casa para ver como está a ser tratado e para lhe dar uma ajudinha. Até mais logo.

3 comentários:

Lady_M disse...

um tónico para a alma este blog!
então se for lido logo pela manhã...
o que vale é que a maquilhagem é à prova de água, senão as lágrimas de riso davam-me cabo da dita!
muito bom!

bauny disse...

Muito bom. realmente!

Rita Quintela disse...

Ai QUE SAUDADES QUE TINHA, CARAGO!